segunda-feira, 13 de abril de 2015

Lute Pelo Seu Casamento


Quando o relacionamento começa a dar errado e a pessoa não consegue que o parceiro seja do jeito dela (alguém que aceite todo seu lixo emocional e atenda a todos os seus caprichos), então a conclusão óbvia que vem a sua mente é: CASEI COM A PESSOA ERRADA.
"O casamento não deu certo" ou "Não somos almas gêmeas" são expressões que retiram totalmente a culpa quando o relacionamento está afundando. Mas o que aconteceu com o senso de responsabilidade em nossos dias? Nos velhos tempos, um casamento fracassado era vergonha individual. Quando o casal tinha problemas e alguém corria para a família ou amigos reclamando um do outro, o conselho que geralmente ouviam era: volte, converse, e se resolvam. A mensagem era clara: lute por seu casamento. Se o casamento fracassar, o fracasso é de vocês.
Hoje as coisas mudaram. Quem dá conselho costuma tomar as dores da outra pessoa e dizer: "Como ele ousa fazer isso com você? Você merece algo melhor, dê um chute nele!" "Tem mulher aos montes por aí, por que você vai tolerar isso? Não deu certo com essa, pega outra!"
Ou seja, a culpa é do casamento que deu errado ou da outra pessoa por não ser a "certa". É a nova moda da transferência de culpa e da isenção da responsabilidade pessoal em fazer o casamento funcionar. É como se o casamento fosse uma pessoa com vontade própria que pudesse ser responsável pelo sucesso ou fracasso da união, ou como se somente a outra pessoa pudesse garantir o casamento feliz.
Na verdade a culpa é dos indivíduos. Casamento não é uma pessoa. As pessoas dentro do casamento é que são responsáveis pelo sucesso ou fracasso da união.